Varejo

Veja essas 6 dicas infalíveis de relacionamento com fornecedores!

08/04/2019

Uma boa gestão não deve se concentrar somente nas estratégias de vendas. Para que o negócio traga resultados satisfatórios, é preciso também que exista foco por parte dos responsáveis em diferentes questões. Uma delas é o relacionamento com fornecedores.

Quando essa parte importante da organização do empreendimento é negligenciada, surgem problemas que podem afetar a produtividade e a lucratividade do negócio.

É por esse motivo que preparamos o presente texto. Reunimos aqui uma série de dicas que podem ajudar você a construir um relacionamento mais interessante com seus fornecedores e agir no crescimento da empresa. Confira.

1. Pesquise muito bem

A pesquisa é o primeiro passo para construir um relacionamento interessante com um fornecedor. Isso porque, antes de efetivamente fechar com uma empresa parceira, é preciso que você considere as diferentes opções que o mercado oferece para o seu negócio. Dessa forma, procure referências sobre as empresas e, se possível, converse com clientes que atuaram ou ainda atuam com esses profissionais.

Ao conhecer o que outros clientes pensam a respeito do serviço prestado, você já pode se preparar melhor para construir um relacionamento sólido e duradouro com quem mais quer se destacar. É nessa fase que devem ser filtradas as opções de acordo com o perfil da sua empresa, valorizando estilos compatíveis.

Mais adiante, veremos a importância de entender as limitações do fornecedor para que, em função disso, sua empresa tenha como lidar com eventualidades. Nesse sentido, esta primeira etapa é fundamental.

2. Alinhe adequadamente os processos

Seja compatível com as possibilidades do seu parceiro. O ideal é que a empresa defina as bases de negociação para que os reabastecimentos aconteçam seguindo uma linha contínua de produção, sem interrupções a todo o tempo. É preciso ter um planejamento externo para garantir que os pedidos não representem um gargalo para a organização. Isso ajuda a garantir as boas entregas e, consequentemente, a satisfação dos clientes.

Você pode, por exemplo, organizar reuniões para construir esse alinhamento, aproveitando a oportunidade para também flexibilizar preços e formas de pagamento.

É evidente que algumas situações são emergenciais, mas uma boa gestão consegue planejar o máximo possível de atividades, criando condições para que o fluxo seja favorável. Quando isso acontece e a relação com o fornecedor é saudável, mesmo as medidas urgentes podem acontecer de maneira mais alinhada, uma vez que ele já conhece o seu perfil e as demandas da sua organização.

3. Conheça as limitações das empresas

Toda empresa tem seus pontos fortes e fracos, qualquer que seja a atividade exercida. Entender isso é um dos elementos que permitem aperfeiçoar uma gestão. No caso da escolha de um fornecedor, é preciso que você tenha em mente as principais características desse empreendimento para se organizar em relação a seus serviços.

É fundamental que o seu negócio esteja alinhado à empresa parceira. Isso diz respeito a fatores como:

  • cumprimento de prazos;
  • formas de armazenamento de produtos no estoque;
  • condições de entrega;
  • logística das atividades de rotina.

Considerando a questão logística, por exemplo, ocorrências como chuvas, problemas nas estradas e variação de temperatura, podem afetar as entregas e prejudicar a empresa para quem os serviços são prestados. Por isso, é preciso ter atenção às limitações dos fornecedores em relação a esses fatores.

4. Valorize a honestidade nas relações

Não queira levar vantagem em relação ao fornecedor. Para construir uma relação saudável com ele, o ideal é agir para transformá-lo em um aliado na sua atividade. Por isso, procure sempre ser honesto.

Negociando de maneira clara e objetiva a respeito de seus interesses e possibilidades, inclusive demonstrando suas limitações, você consegue encontrar caminhos para que a parceria funcione melhor.

Critérios de qualidade podem ser definidos de maneira conjunta. Isso ajuda a dar ao fornecedor uma dimensão da importância que tem dentro do empreendimento.

Vale lembrar: uma parceria de sucesso precisa ser uma via de mão dupla. Sendo assim, procure apresentar você também vantagens para o seu fornecedor. Como saber o que pode ser útil para ele? Construa a relação, seja honesto e fique atento às possibilidades que surgirem.

5. Saiba construir um mix de fornecedores

Se for o caso de trabalhar com diferentes fornecedores, faça isso, mas estabeleça critérios. Não se esqueça de que vantagens podem vir acompanhadas de prejuízos.

Pense que essa tática, apesar de ampliar a possibilidade de negociação e simplificar eventuais trocas de fornecedores, também tende a dificultar o controle das despesas, uma vez que as dívidas terão diferentes origens.

O raciocínio é bastante simples: por um lado, um mix de fornecedores não torna o negócio tão dependente de determinado parceiro. Assim, diante de atrasos recorrentes, reajustes inviável de preços, entre outros problemas, você pode simplesmente trocar o fornecedor daquele determinado produto. Por outro, isso limita as possibilidades de relacionamento diferenciado, impedindo a sua empresa de construir uma relação sólida e duradoura com outra que pode trazer vantagens para o empreendimento.

6. Faça uma boa gestão de fornecedores

Uma gestão de fornecedores é fundamental para o caso de empresas que precisam lidar com mais de um fornecedor. Para fazê-la, defina seus fornecedores com atenção aos detalhes e mantenha um cadastro atualizado para ser utilizado como referência nas negociações futuras.

Esses critérios podem variar de acordo com o tipo de atividade que a sua empresa realiza, entretanto, basicamente, você pode considerar 3 elementos:

  • preços;
  • prazos;
  • qualidade da entrega.

Concentre-se nesses elementos e pense em circunstâncias específicas para o seu empreendimento. Definindo isso, uma boa gestão de fornecedores passa a ser importante para ajudar você a se organizar e tornar as ações mais eficazes. Com as informações registradas, você pode renegociar questões essenciais para o negócio, conseguindo assim benefícios para a empresa.

De uma maneira geral, é preciso criar meios para que todas as questões que afetam o seu negócio sejam aperfeiçoadas. Quando isso acontece, a tendência é que os resultados apareçam. Por isso, jamais desconsidere o bom relacionamento com seus fornecedores. Isso pode gerar um importante diferencial competitivo.

Entendeu como aperfeiçoar o relacionamento com os fornecedores? Então, compartilhe as informações com seus amigos. Elas podem ajudá-los também.

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário