Design e Decoração

Conheça 7 dicas de tendências de cores e estilos de designers famosos

08/05/2017
tendenciasdecoreseestilosdedesignersfamosos-tendencias-de-cores-e-estilos-de-designers-famosos-banheiro-toalete-banheirocomvista-banheiro-com-vista-banheirobranco-banheiro-branco-banheirocombanheira-banheiro-com-banheira

Um bom projeto de design de interiores é aquele que consegue unir tendências da decoração e da arquitetura juntamente às preferências do proprietário do lugar. É por isso que uma das características mais importantes dos designers de interiores é estar sempre atento ao que vai ficar em alta nos próximos meses para mesclar com seu estilo próprio e criar, assim, ambientes contemporâneos e cheios de estilo.

Para lhe ajudar a ficar por dentro do que os grandes nomes do design estão usando, vamos listar hoje algumas tendências de cores para casa, assim como estilos e tipos de decoração que prometem sucesso. Acompanhe e surpreenda seus clientes com projetos modernos e incríveis.

1. Serendipity — tons claros e delicadeza

O significado de serendipidade é “algo descoberto pelo acaso”. Na decoração, o termo se refere a ambientes criados com delicadeza, usando elementos provençais, flores, porcelana e móveis delicados, sempre em tons claros e que transmitem paz e um certo clima aconchegante do campo.

Os pontos de cor no estilo serendipity são pensados com cautela e não há abuso de nenhum elemento, nem dos tons pastéis. Talvez seja esse equilíbrio que traz o clima de leveza para o ambiente e, por isso, o estilo seja uma grande promessa para os próximos anos.

2. Fun Design — cores quentes e misturadas

Esse estilo promete agradar quem gosta de morar em um ambiente com clima descontraído, cercado por cores quentes e misturadas, para garantir a alegria da casa em cada cômodo. Obras do pintor Roy Lichtenstein, um dos grandes nomes da Pop Art, não podem faltar quando o assunto é seguir o estilo “fun”.

Para acertar em cheio no estilo Fun Design, é preciso ser um entusiasta da cultura pop e saber brincar com as cores. Vale sugerir uma parede colorida, uma mesa com cadeiras de cores diferentes, luminárias divertidas, além de adesivos e painéis.

Esse estilo ainda permite explorar uma diversidade de formatos de móveis: nichos, prateleiras, móveis em madeira e acabamentos em acrílico estão permitidos: o importante é trazer o clima de jovialidade e espontaneidade para dentro do ambiente.

3. Minimalismo clássico — tons pastéis

Esta é uma tendência que já está há alguns anos no mundo dos designers, porém, ela se renova a cada momento e é possível deixá-la com aquele toque de modernidade. Afinal, quem opta pelos clássicos também pode ficar por dentro das novidades sem sair do seu estilo, certo?

É possível encontrar boas referências desse estilo nos ambientes criados por Léo Shehtman, arquiteto que atua em São Paulo e que é responsável por inúmeros projetos de sucesso dentro e fora do país.

Suas obras servem de inspiração, já que trazem alguns elementos provençais para que possam harmonizar com o estilo clássico, trazendo algumas peças-chave para dar um toque especial ao ambiente minimalista.

Uma flor sobre a mesa de centro, uma poltrona colorida em tons pastéis e móveis com pés palito mesclado a um sofá clássico e a uma mesa de centro em formato quadrado parecem equilibrar muito bem uma sala que quer sair um pouco do tradicional na medida certa.

4. Bronze e acabamentos acetinados

Um dos nomes mais conhecidos do design americano, Elizabeth Lawson é uma entusiasta desse estilo, que tem conquistado clientes e designers que priorizam a elegância e o conforto em seus projetos. As peças em bronze, deixadas de lado nos últimos anos, voltaram com tudo e prometem ser excelentes companhias para bancadas de cozinha brancas e com acabamento acetinado.

Em entrevista ao site da Forbes, Lawson aposta nesse tipo de design em diversos cômodos da casa e diz que acredita que este será um estilo que ficará por muito tempo em alta.

O grande segredo de um projeto que segue essa linha é trazer o brilho dos objetos em bronze: puxadores, torneiras e lavatórios, combinados a cores básicas, como branco sem muito brilho e preto, por exemplo.

5. Clássico e clean — tudo branco

Um ambiente todo branco é o sonho de consumo de muita gente que gosta de ter aquela sensação de tudo limpinho e aconchegante. Normalmente, esse estilo é bastante aplicado em quartos, onde a paz e a calma devem reinar para promover uma noite revigorante.

A predominância, claro é da cor branca, porém, o estilo fica por conta das peças e pontos de outras cores, mas que não saiam do padrão de cor do ambiente. Apostar em almofadas com cores ocre, bege e até um cinza claro pode ser uma maneira de fazer a diferença em um ambiente todo branco, mas sem sair da proposta clean.

A premiada designer Kelly Wearstler utiliza muito a técnica do branco nos quartos e tem até algumas linhas de roupa de cama nessa cor, com alguns elementos em outros tons.

6. Greenery — o verde é a cor do momento

A cor do ano de 2017, segundo a Pantone — fornecedora de padrões de cores e tons que ajuda a ditar o que estará em alta na moda e no design — é o verde. A tendência, chamada Greenery, vem para trazer mais vida e um ar de natureza para dentro de casa. Muito usada nas cozinhas e copas, a tendência chega tímida ao Brasil, mas promete conquistar os amantes da cor.

Paulo Castellotti é um dos nomes do designer brasileiro que já possui alguns projetos nessa tendência, inclusive citados pela Casa Vogue, uma das principais publicações do segmento. Em um de seus projetos, mistura móveis na cor verde com uma verdadeira coleção de plantas naturais na cozinha, trazendo vida, estilo e natureza ao ambiente interno.

7. Industrial com uma pitada de cor — tons de cinza e um toque de cor quente

Você já sabe que o estilo industrial chegou com tudo há alguns anos – muitos arquitetos foram responsáveis por projetos incríveis em lofts e estúdios, tipos de moradia que pedem um estilo mais despojado e combinam perfeitamente com o segmento “galpão chique”.

Porém, em uma versão mais atualizada, o industrial ganhou mais cor e vida. Nesse nova “revolução industrial”, os canos e tubos podem continuar aparentes, as paredes cinza em acabamento de concreto também. Porém, alguns quadros coloridos, referências de pop art e até uma pitada do FunDesign, que você viu acima, estão liberadas.

As tendências de cores para casa indicam que a ordem para 2017 é colorir, seja em tons pastéis, cores quentes ou até uma cor só, no caso do verde. O importante é conseguir trazer em seu projeto esses elementos, sem deixar de lado a personalidade do cliente.

E então? Pronto para começar novos projetos com a cara das tendências de cores para casa, arquitetura e design? Compartilhe esse texto em suas redes sociais e ajude a inspirar mais colegas!

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário