Varejo

Saiba agora como elaborar um relatório de vendas

03/09/2018

Vender é um dos maiores objetivos de uma loja de móveis, já que somente assim é possível obter lucro e se manter ativo no mercado. De igual modo, é preciso exercer total controle sobre as transações comerciais por meio de relatórios de vendas.

Os relatórios oferecem uma visão sistêmica para o gestor ou empresário. Ou seja, por meio deles é possível perceber se as transações estão indo bem, se possuem boas margens de lucro e assim por diante. Logo, fica mais fácil promover melhorias e garantir o crescimento de todo o negócio.

Pensando nisso, reunimos neste post uma série de informações sobre o assunto e algumas dicas de como elaborar relatórios de vendas. Continue a leitura para conferir!

Afinal de contas, o que são relatórios de vendas?

Grosso modo, o relatório de vendas é uma exposição minuciosa acerca das vendas da empresa. Ele estabelece os principais dados e indicadores das transações comerciais, dos vendedores e dos clientes atendidos, a fim de que seja possível avaliar possíveis falhas, fazer decisões estratégias e melhorar continuamente.

Há muitas informações que podem compor o relatório, variando de negócio para negócio. Algumas das mais importantes são:

  • total de vendas realizadas;

  • valor médio de aquisição de clientes;

  • número de ligações, visitas e e-mails de prospecção;

  • nível de satisfação e lealdade dos clientes;

  • tíquete médio das vendas realizadas.

Não há um prazo específico para criação dos relatórios de vendas. Alguns gestores, inclusive, atualizam as informações diariamente. Ou seja, o espaço de tempo é definido com base nas condições internas e na necessidade de acesso aos dados.

O número de informações também pode variar bastante, de acordo com o objetivo do relatório de vendas. Por exemplo, se o intuito é passar uma visão geral para os sócios da loja, é provável que o número de dados levantados seja maior, se comparado aos relatórios emitidos para reuniões rotineiras com o time de vendas.

Como elaborar relatórios de vendas na empresa?

Há algumas etapas essenciais na hora de produzir um relatório de vendas. Seguindo-as, é possível ter maior diligência na elaboração do relatório. Acompanhe.

1. Conheça bem o público-alvo

Primeiramente, é preciso refletir acerca do público-alvo do relatório, isto é, a quem ele se destina — aos gerentes, sócios ou vendedores, por exemplo? Dependendo do público, não apenas o número de dados, mas a própria apresentação precisa mudar.

Ao ter o público-alvo em mente, fica mais fácil criar um relatório com linguagem clara, objetiva e atraente. Além disso, agindo assim, pode-se selecionar os dados que realmente importam e que podem subsidiar uma ótima reunião de alinhamento de vendas.

2. Tenha um objetivo com o relatório

Para criar um relatório, é imprescindível ter um objetivo claro em mente, entender o que se busca e se certificar de que os dados inseridos são suficientes. Entre muitos resultados finais, pode-se destacar:

  • redução do custo de aquisição de clientes;

  • projeção do faturamento da empresa;

  • aumento do valor médio das vendas;

  • otimização do valor médio vendido por pessoa;

  • adoção de planejamento estratégico.

Imagine que o intuito é aumentar o valor médio das vendas. Nesse caso, as informações acerca do nível de satisfação dos clientes e das compras recorrentes são fundamentais. Por outro lado, esses dados podem ser pouco relevantes se o objetivo for a projeção do faturamento.

3. Pesquise os principais dados de venda

Há muitos dados de venda que podem subsidiar um bom relatório. Então, é preciso conhecê-los e filtrá-los. O índice de markup, o valor médio das vendas e o número de transações dos últimos meses são ótimos exemplos.

É imprescindível que esses dados sejam dotados de veracidade, isto é, que apresentem informações reais. Muitos podem ser extraídos do próprio sistema gerencial da loja de móveis, o que facilita e automatiza boa parte da investigação.

4. Levante os dados dos clientes

Os dados acerca dos clientes também podem falar muito sobre o desempenho em vendas da loja. A falta de satisfação dos compradores, por exemplo, muitas vezes justifica a ausência de vendas recorrentes ou o baixo nível de fidelização do público-alvo.

São muitos os dados relacionados, como o número de reclamações, o tempo médio para resposta, o nível de lealdade (com base no Net Promoter Score) e o percentual de devoluções. Essas informações também são úteis para aprimorar o atendimento.

5. Considere os indicadores dos vendedores

Número de clientes prospectados, ligações feitas diariamente, percentual de metas atingidas e assiduidade ao trabalho são informações relacionadas ao desempenho dos vendedores, porém, também são úteis ao relatório.

Faça o levantamento dos dados dos vendedores, analisando o desempenho de cada um e a motivação para oferecer um ótimo atendimento. O entusiasmo do vendedor, sem dúvida, é parte crucial ao sucesso das vendas.

6.  Dê um formato atraente ao relatório

A apresentação deve ser clara e facilitar a leitura e o entendimento das informações inseridas. Apenas incluir dados, sem uma estrutura lógica, dificulta o entendimento da mensagem e não contribui para uma reunião de qualidade.

Em geral, o relatório deve ter introdução, desenvolvimento — onde os principais tópicos são abordados — e conclusão. Gráficos e figuras também são essenciais, pois facilitam o entendimento.

Qual é a importância dos relatórios de vendas?

Estima-se que um adulto normal tome 35 mil decisões ao longo do dia — muitas delas dentro da empresa. Então, é preciso ter informações suficientes para subsidiar escolhas eficientes e eficazes ao sucesso da loja.

Os relatórios de vendas oferecem uma base completa, permitindo que o gestor ou empresário avalie números reais antes de decidir. Logo, o profissional deixa de atuar com base em palpites e passa a agir fundamentado em informações verdadeiras do empreendimento.

Outro grande benefício está associado ao aumento das vendas, afinal, torna-se mais fácil criar estratégias comerciais úteis à atração de clientes, efetivação de transações e fidelização em longo prazo. 

É preciso destacar que, para obter relatórios de vendas completos, de maneira ágil e segura, é importante contar com um sistema de gestão. O nosso Software de Gestão de Loja da Promob oferece um painel de controle completo e permitem a impressão dos principais dados e relatórios de venda.

E aí, gostou do nosso artigo? Aproveite para compartilhá-lo nas suas redes sociais e ajudar outras pessoas a aprenderem a elaborar um bom relatório de vendas. 

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário