Varejo

Como controlar a inadimplência na sua loja de móveis?

15/04/2019

Controlar a inadimplência é cuidado que todo lojista do segmento de móveis deve ter para manter a saúde financeira da empresa em dia. Entre os passos necessários para reduzir esse indicador, estão a realização de uma boa análise de crédito antes de qualquer compra e a pesquisa do histórico do cliente.

Ser transparente durante a negociação, facilitar as formas de pagar pelas compras e buscar maneiras de lembrar o consumidor de fazer o pagamento são outras dicas para não ter a falta de pagamento como um problema no dia a dia do seu varejo de móveis. 

Esse assunto é do seu interesse? Então,continue a leitura e conheça mais dicas para controlar a inadimplência na sua loja de móveis!

Faça análise de crédito antes de vender

O primeiro passo para não tornar a inadimplência de consumidores um grande problema para a gestão da sua loja é tornar a análise de crédito um processo indispensável antes de qualquer venda. Lembre-se de que prevenir é sempre melhor do que remediar. Por isso, procure ter o máximo de informações possíveis sobre os clientes da sua loja.

Comece a análise pelos dados básicos, como contatos e documentos do consumidor. Veja se a pessoa está com o nome limpo na praça e também seu histórico de compras e pagamentos. 

Serviços como Serasa e SPC são parceiros ideais para fazer a análise de crédito com segurança. Se o cliente tiver débitos em aberto com outras empresas, certamente não é uma boa opção vender a prazo para ele. Aceite apenas o pagamento à vista nessas situações.

Conheça o histórico do cliente

Além de fazer uma análise de crédito antes da venda, é importante consultar também o histórico do cliente. Conhecer a ficha do consumidor é importante não só para evitar possível inadimplência como, também, é passo essencial para fazer vendas mais personalizadas e inteligentes.

Clientes que têm ficha limpa e um bom histórico de pagamentos podem ter acesso a benefícios exclusivos, como descontos, isenção de frente para entrega etc.

Para controlar a inadimplência na sua loja de móveis é preciso construir um relacionamento sólido com seus melhores consumidores. Essa é uma parte decisiva do processo de fidelização.

Ao apostar na construção de uma relação positiva com seus clientes mais fiéis a loja, certamente, você terá menos devedores em sua carteira. Isso acontece porque consumidores fidelizados, que são promotores da marca, não querem, de forma alguma, correr o risco de não poderem mais comprar com a empresa.

Muitas vezes, para reduzir a inadimplência, é preciso abrir mão de clientes que, no fundo, não valem a pena. Se o consumidor tem um histórico de pagamento ruim ou nunca honra com os compromissos assumidos, abrir mão dessas vendas pode ser a melhor alternativa para sua loja em termos financeiros.

Em alguns casos, é melhor perder uma venda do que ter a dor de cabeça de processar o consumidor para receber por ela no futuro.

Seja transparente

Um ponto importante para manter as finanças da sua loja de móveis em dia e não correr o risco das saídas superarem as entradas pela falta de pagamento é ter relações transparentes. Nesse sentido, não só deixe claro para os clientes quais são as formas de pagamento oferecidas como, também, as sanções previstas em caso de atraso no pagamento do débito em aberto. 

Ter uma política de pagamentos clara e bem definida ajuda a reduzir inadimplência e aumenta a confiança na sua loja. Não se atenha a multas legais por atraso no pagamento. Você pode, por exemplo, reduzir as possibilidades de pagamento para consumidores com histórico de inadimplência com sua loja de móveis. É possível, ainda, solicitar o pagamento de uma entrada antes da entrega do móvel para reduzir o risco de não receber pelo produto.

A transparência deve pautar as relações que sua loja estabelece com os consumidores, mas é preciso ter em mente que nem sempre os clientes devem ser tratados da mesma forma. Uma pessoa que atrasou o pagamento uma vez pode não ter que cumprir as mesmas exigências de inadimplentes frequentes.

Até para entender melhor o perfil dos clientes da sua loja, sempre busque saber o que motivou um possível débito em atraso e ofereça caminhos para resolver o impasse da melhor forma para os dois lados, como mudar o vencimento do boleto ou parcelar o pagamento.

Facilite as formas de pagamento

Outra maneira de reduzir a inadimplência na sua loja de móveis é facilitar as formas de pagamento. Se preciso, divida a quantia a ser quitada em mais vezes para, assim, o consumidor conseguir arcar com a dívida. 

Além de facilitar as formas de pagamento é preciso, ainda, oferecer diversos meios para o consumidor efetuar suas compras. Prefira sempre opções como cartão de crédito a parcelamento por cheque, por exemplo. Quando o consumidor compra no dinheiro de plástico, mesmo que em várias parcelas, você tem a garantia de que vai receber o dinheiro.

Controle ainda mais a inadimplência incentivando o pagamento à vista. O cliente que não parcelar determinada compra pode receber desconto substancial, por exemplo. Quem sempre paga em dia pode ganhar brindes ou desconto na próxima compra para continuar sempre um bom pagador.

Independentemente da forma escolhida, o foco é mostrar para os consumidores que não atrasar pagamentos e preferir o método à vista vale a pena para ele financeiramente.

Lembre sutilmente o cliente de pagar 

Cobrar dívidas dos clientes é sempre um assunto delicado. Por isso, ao entrar em contato com os inadimplentes, use sempre o bom senso. O consumidor precisa ser lembrado do seu débito, mas é essencial que a empresa não o deixe constrangido ou o pressione de forma grosseira a efetuar o pagamento.

Com isso em mente, evite ligar todos os dias após o vencimento. Restrinja a cobrança a, no máximo, uma vez por semana.

Tenha atenção também ao canal que será usado. Contatos por e-mail, WhatsApp e SMS são menos invasivos e podem ser boas opções para as primeiras cobranças. Caso as mensagens não surtam efeito, parta para a ligação telefônica.

Independentemente do canal, é preciso informar de forma constante o cliente sobre o status dos seus pagamentos. Nesses contatos, não só lembre que a dívida existe, mas que a loja está aberta para negociar e resolver a situação, caso o consumidor esteja com dificuldades para arcar com seus compromissos.

A inadimplência é um problema que pode prejudicar o fluxo de caixa da sua loja de móveis e a saúde financeira. Por isso, siga nossas dicas e aumente suas chances de vencer esse desafio do setor moveleiro!

Quer ter acesso a outros posts que ajudarão a tornar sua loja de móveis ainda mais competitiva? Assine nossa newsletter!

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário