Projeto Retrofit: 6 melhores práticas para designer de interiores

Tempo de leitura: 5 minutos

O Projeto Retrofit é uma tendência que surgiu na Europa para valorizar imóveis históricos ou antigos. Seu principal objetivo é atualizar o imóvel, sem perder as suas características essenciais. Sendo assim, o modelo adota o uso de tecnologias e designs modernos para deixar o ambiente mais atual e renovado.

Esse projeto começou a ganhar força em outros países, como os Estados Unidos, e hoje começa a ser um diferencial nos trabalhos realizados no Brasil. Diante disso, o que acha de conhecer melhor essa técnica para poder adotá-la em seus projetos? Confira!

O que é o Projeto Retrofit?

O conceito vem da ideia de organizar o antigo e adaptá-lo. Ele visa realizar a troca de sistemas específicos de um espaço para dar uma nova função a eles ou atender as necessidades das pessoas. O Projeto Retrofit começou a ser adotado em regiões como São Paulo e Rio de Janeiro devido à escassez ou alto custo de terrenos, o que exigiu que imóveis antigos fossem readaptados. Esse modelo ainda pode ser explorado no Brasil, visto que ainda não é muito disseminado no país.

O Retrofit é uma maneira de modernizar um ambiente, valorizar ainda mais o imóvel e inserir novas tecnologias sem retirar a essência de sua identidade. Isso aumenta a vida útil do espaço e preserva a sua funcionalidade. Ele pode ser utilizado tanto em residências como em construções comerciais, o que oferece uma gama de oportunidades para profissionais da área.

Além disso, muitas construções demandam de uma regularização em relação à legislação ou eficiência energética, e o Projeto Retrofit atende exatamente essa questão.

Qual a diferença de uma reforma comum?

Uma reforma costuma exigir muitas mudanças no espaço, sem necessariamente manter as características do imóvel. Geralmente, ela precisa de alterações na estrutura, demolições de paredes ou muitas mudanças em acabamentos. Em alguns casos, ainda são trocados os materiais originais por outros mais duráveis ou sustentáveis. Sendo assim, a reforma costuma apresentar um custo maior que o Projeto Retrofit e não precisa, necessariamente, manter as características do imóvel.

Quais as vantagens e desvantagens do Projeto Retrofit?

Esse modelo de projeto arquitetônico pode trazer muitos benefícios para os moradores ou funcionários de um imóvel, mas também alguns aspectos negativos. Confira:

Vantagens

O ambiente não fica inutilizado por muito tempo. Sendo assim, o Projeto Retrofit pode ser adotado em hotéis, restaurantes e hospitais, sem prejudicar as atividades. Ele é um modelo rápido de ser implantado e que valoriza ainda mais o imóvel.

Ele também reforça o conceito de construção sustentável, pois costuma utilizar materiais recicláveis e tecnologias que promovem a economia e melhor uso dos espaços.

Por exemplo: pode-se instalar uma película nas janelas para reduzir a entrada do calor e, com isso, diminuir o uso de ar-condicionado. Se o elevador é um modelo antigo, mas funciona bem, pode-se utilizar materiais para dar um ar diferenciado e moderno.

Como colocar em prática o projeto?

O Projeto Retrofit é uma oportunidade para um profissional se destacar no mercado. Para tanto, é preciso analisar alguns fatores antes de iniciar as atividades:

1. Avalie as normas legais

Em primeiro lugar, deve-se avaliar as limitações para o imóvel em que o projeto será implantado. Por isso, é fundamental fazer um estudo de viabilidade jurídica para analisar os usos permitidos para o espaço e as possibilidades de alterações, de acordo com as leis municipais e as regras das Normas Brasileiras (NBR) da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

Por exemplo: a NBR 15575/13 trata sobre os cuidados com os sistemas estruturais da obra, como pisos, cobertura e sistemas hidrossanitários. Ela considera a vida útil do imóvel, sistemas de segurança contra incêndio, condições para habitação e as funcionalidades dos materiais utilizados.

2. Faça um estudo sobre as condições do imóvel

O designer de interiores também deve fazer um estudo sobre as condições atuais do imóvel, como infraestrutura, contrato de compra dos proprietários e documentos dos demais envolvidos no projeto. Também deve-se avaliar os possíveis contratos de financiamento antes de iniciar o trabalho.

3. Desenvolva um projeto que atenda às necessidades do cliente

Verifique as necessidades para aquele imóvel e elabore um projeto que atenda a essas questões. Por exemplo: construções antigas podem exigir a instalação de rede elétrica mais moderna para oferecer mais segurança e capacidade de uso da rede.

Essa modificação também permitirá a implantação de sistemas de automação. O aproveitamento da luz natural no ambiente e a melhor circulação de ventilação nos espaços podem diminuir o gasto de energia elétrica e trazer mais modernidade ao imóvel.

4. Analise os materiais adequados para o Projeto Retrofit

Os produtos utilizados devem ter qualidade para garantir a segurança e durabilidade do projeto. A iluminação, por exemplo, deve utilizar equipamentos aprovados pelo INMETRO para garantir a eficiência luminosa, economia de energia e ter maior vida útil. Além disso, deve-se verificar a responsabilidade de fornecedores em relação ao cumprimento de prazos de entrega e dos valores previamente estabelecidos no projeto.

5. Utilize mão de obra especializada

O designer de interiores também precisa ficar atento em relação à qualidade da mão de obra contratada. No Projeto Retrofit é importante contar com pessoas especializadas para desenvolver as atividades, visto que é preciso manter as características essenciais do imóvel e atender as normas da ABNT. Além disso, é recomendável que as pessoas sejam acompanhadas por um supervisor para monitorar o desenvolvimento dos trabalhos.

6. Ofereça um diferencial

O Projeto Retrofit deve valorizar ainda mais o imóvel ao multiplicar o valor do investimento do proprietário. Por isso, ofereça diferenciais no projeto, crie iniciativas para reduzir o consumo energético e apresente soluções de automação que possam levar mais modernidade ao ambiente.

Pronto! Agora você já sabe como colocar em prática o Projeto Retrofit para ter um diferencial no mercado. Aproveite para aprender como superar os maiores desafios de um projeto de interiores!

Sobre Promob

Criada em 1994, a Promob é uma empresa de tecnologia e inovação especializada no desenvolvimento de soluções em softwares.
Atualmente seu portfólio de produtos abrange ferramentas de projeto, fabricação e gestão, incluindo a customização conforme as necessidades de cada cliente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *