6 dicas para precificar melhor projetos de marcenaria

Tempo de leitura: 3 minutos

Definir um valor adequado para o seu produto significa mais do que analisar o valor de custo de material: é necessário aliar os diferenciais da mão de obra e o design com um preço atrativo para o mercado.

Neste texto, vamos mostrar como precificar projetos de maneira apropriada, trazendo quais pontos são essenciais levar em conta para elaborar o valor final de uma peça. Com um entendimento efetivo de sua margem de lucro, os seus produtos ganham em qualidade e os clientes com a satisfação. Confira!

1. Crie uma planilha de custos

O primeiro passo para precificar projetos com eficiência é desenvolver uma planilha detalhada de custos. Tenha em mente que cada planilha deverá ser personalizada de acordo com as etapas, técnicas e materiais utilizados.

Adicione as despesas fixas como estrutura, salários e manutenção, por exemplo. Então coloque os custos variáveis como conta de luz, impostos, matéria-prima, insumos etc. Por fim, coloque o custo de mão de obra, baseado nas horas projetadas na realização do trabalho.

2. Estipule uma margem de lucro

A margem de lucro deve cobrir os custos para confecção do produto mais a diferença do faturamento de vendas. Cada profissional trabalha com uma margem de lucro diferente, dependendo da tecnologia e do grau de especialização empregada. Em uma marcenaria, ela varia em média de 20% a 40% do produto, de modo a apresentar ainda um preço interessante para o público.

3. Desenvolva uma fórmula de cálculo

Uma vez que os custos estejam listados, elabore uma fórmula para automatizar o valor final de seus produtos. Com isso, é preciso tirar a média dos custos com a quantidade de peças produzidas por um período. Em seguida, adicione a margem de lucro para chegar ao valor de venda.

4. Faça pesquisas de mercado

Uma vez que se chegue a um montante final, não deixe de analisar a sua oferta com relação a outros produtos semelhantes no mercado. Lembre-se que entendemos por semelhante aqueles que oferecem peças em um mesmo nível de qualidade, material e garantia. Veja em qual patamar de comparação se encontra a sua oferta, a fim de direcionar melhor o seu público.

5. Seja competitivo com consciência

Se sua marcenaria está começando, talvez seja interessante oferecer produtos de valor acessível ao público-alvo. Por isso, caso seja necessário fazer algumas mudanças no projeto para atender melhor os clientes, considere todas as variáveis em detalhes. As alterações não são desejadas quando interferirem muito na apresentação e na qualidade de suas peças, o que pode gerar um efeito contrário na busca por consumidores.

6. Tenha atenção aos prejuízos

Um ponto muito importante e frequentemente ignorado é o coeficiente de perda de material e recursos, presentes em qualquer atividade manufaturada. Por isso, a atenção em todas as etapas do processo são essenciais para um lucro saudável. Compre madeiras de procedência conhecida e certificada, verificando sempre o material quando chegar ao estoque. Evite desperdício de energia e tempo, otimizando as funções sempre que possível.

Precificar projetos é mais simples do que se pensa! Não deixe de ampliar os seus conhecimentos sobre sistemas para a sua marcenaria e otimize-a agora mesmo!

Sobre Francisco | Promob

Especialista no universo da marcenaria, atua também como executivo de relacionamento e colaborador de conteúdo na Promob. Profissional com experiência no setor moveleiro, projeto de móveis e ambientes internos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *