8 passos para empreender como designer de interiores

Tempo de leitura: 6 minutos

 

Quando amamos o que fazemos, buscamos reconhecimento e destaque profissional a cada trabalho que realizamos.

Mas, infelizmente, só isso não é garantia de sucesso no mercado de trabalho. Em qualquer segmento, incluindo o de designer de interiores, é preciso assumir algumas atitudes para você se tornar uma boa referência. Aprender como empreender é uma delas.

Se você está perdido e não sabe nem por onde começar no caminho do empreendedorismo na sua área, trouxemos algumas ótimas sugestões. Que tal acompanhar as nossas dicas?

1. Procure a Associação Brasileira de Design de Interiores

Antes de iniciar os projetos com toda autonomia, é importante ter algumas orientações. Por exemplo, os pisos salariais para avaliar e conseguir definir da melhor forma o valor dos seus trabalhos. A associação traz respaldo para as suas ações por meio de orientações legais, você terá informações sobre como formular um contrato e informações técnicas sobre a área de atuação.

Além disso, com a ajuda da associação, pode-se garantir a emissão do registro de classe. Dessa forma, você terá acesso a eventos para o seu segmento. Todos esses são passos importantes para quem deseja aprender como empreender com apoio e segurança.

2. Pense na sua profissão como um negócio

Você precisa pensar como um empreendedor, talvez seja esse pensamento o responsável por destacar sua atuação dos demais. Sua profissão precisa ser mais do que um sustento, precisa ser pensada com um negócio em crescimento.

Não é apenas com a força do pensamento que isso acontece. Você deve investir sempre em melhorias e buscar especializações para alcançar diferentes patamares.

Investir em marketing e publicidade também é muito importante. Afinal, são as ações desses segmentos que ajudarão a divulgar e consolidar o nome da empresa no mercado — que é tão competitivo. Essa postura traz a diferença em ser um designer de interiores autônomo e ser um verdadeiro empreendedor.

3. Tenha um plano de negócios

Um bom planejamento sempre será o melhor amigo de qualquer empreendedor. Você já pensou com qual nome será apresentado no mercado? E qual público-alvo que deseja atingir? Responder perguntas como essas auxiliam você a encontrar as melhores estratégias de ação.

Um plano de negócios eficiente deve conter as respostas das seguintes perguntas:

  • Qual a descrição (detalhada) da sua marca?

  • Que produtos ou serviços serão oferecidos?

  • Qual o seu público-alvo?

  • Qual a sua estrutura organizacional?

  • Quais serão as suas estratégias de marketing?

  • Como serão os seus planos operacionais?

Além dessas perguntas, o seu plano de negócios deve ter uma estrutura de capitalização e um plano financeiro muito bem definidos. Uma ótima pesquisa antes de preencher tudo isso é essencial. Pois as respostas do seu plano ajudarão nas melhores escolhas.

4. Selecione um nicho de mercado

Escolher um nicho de mercado é um imperativo, pois o ramo de design de interiores é imenso, do mesmo tamanho (gigantesco) que é a sua concorrência. É melhor não tentar abraçar o mundo querendo atingir todos os nichos, especialmente no início de sua atuação.

Segmentar e personalizar é especializar-se.

Os desafios sempre existirão, não importa se a escolha for pela área residencial, comercial ou corporativa. Escolher um nicho dentre aquelas áreas e dedicar-se a uma especialização pode fazer com que o seu nome se torne uma boa referência mais rapidamente.

5. Tenha também um público-alvo definido

Você já sabe que é importante definir qual público-alvo pretende atingir. Mas por quê? Porque a escolha de um público específico não diz respeito somente a identificar as pessoas para quem deseja trabalhar, mas também conhecer seus anseios, suas necessidades, seus desejos.

Essa escolha depende também de uma boa pesquisa. Quem são essas pessoas? O que elas fazem? Qual a faixa etária e sua localização geográfica? Do que elas gostam? Que problemas elas trazem? Todas essas respostas são importantes para a definição do target com o qual deseja trabalhar.

O profissional que trabalha com um público-alvo bem definido consegue direcionar melhor as suas ações. Como nas áreas de marketing e publicidade. Aumentam assim, as chances de consolidação no mercado.

No futuro, quando estiver estabelecido, aí sim será mais indicado ampliar os conhecimentos e buscar atingir outros nichos — e outros públicos.

6. Escolha bem a sua localização

Pensar onde a empresa será instalada é um cuidado importante. Considere o potencial e as possibilidades que o local oferece. E, claro, a concorrência.

Áreas comerciais costumam ser uma boa solução, devido à sua abrangência de público. Pense também em fatores como acessibilidade, segurança, estacionamento e outras facilidades para os clientes.

7. Esteja por dentro das questões burocráticas

Contratar um contador pode ser de grande ajuda no processo de legalização da empresa junto a órgãos como a Receita Federal, a Secretaria Estadual da Fazenda, Prefeitura Municipal (para obter o alvará de funcionamento). Isso serve também para a Junta Comercial e para a Caixa Econômica Federal, a fim de se cadastrar no sistema de Conectividade Social — INSS/FGTS. É necessário cumprir todas as exigências daqueles órgãos.

Para maiores informações, você deve entender como montar seu próprio negócio em etapas.

8. Invista em atendimento e relacionamento

Bom atendimento e relacionamento são aspectos fundamentais para qualquer empreendedor encantar e fidelizar clientes à sua marca. O atendimento com excelência pode ser o diferencial competitivo para você no mercado.

Clientes que são bem atendidos, que conseguem perceber a importância que apresentam para a empresa, têm mais chances de retornarem a comprar com você.

Alguns estão dispostos até mesmo a pagar um pouco mais caro pelo serviço (que obviamente precisa ser de qualidade) se forem bem atendidos e suas demandas tiverem as devidas soluções.

Trace o perfil do cliente na hora de criar projetos, tenha sempre uma boa conversa com ele e procure ouvi-lo com a devida atenção. Seja solícito, ouça seus questionamentos e esclareça da melhor forma possível. E em hipótese alguma imponha o seu ponto de vista. Todo projeto precisa ser elaborado e construído em conjunto.

Dessa relação certamente sairão frutos positivos para você. Isso porque um cliente satisfeito atua como divulgador da sua empresa por meio do marketing “boca em boca”. É bem possível que novos clientes em potencial batam à sua porta somente pelas boas indicações.

Conseguiu tirar algumas das suas dúvidas a respeito de como empreender como designer de interiores? Dedique tempo para aprender e desenvolver habilidades, conhecimento de campo é fundamental! Caso exista alguma pergunta ou sugestão, deixe aqui o seu comentário.

 

Sobre Alexa | Promob

Esta área é reservada para a biografia do autor e deve ser inserida para cada autor a partir da seção Informações biográficas, no painel administrativo. Caso deseje incluir links para as redes sociais de cada autor do site, recomendamos que instale o plugin WordPress SEO. Após instalado, o plugin criará os respectivos campos para links das principais redes sociais (Facebook, Google Plus e Twitter). Após preenchidos os campos, os links de cada rede aparecerão automaticamente aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *